Review | Sex-Tape: Perdido na Nuvem


Eu não gosto de ser negativo sobre determinado filme, mas me sinto obrigado a ajudá-los, caros leitores, a não desperdiçar neste filme o seu dinheiro ganho arduamente. Simplesmente posso classificar este filme como um dos piores que já vi na minha vida - e olha que a lista de filmes que eu já vi é muito longa.

Cerca de dez minutos neste filme eu posso classificar honestamente como engraçado, mas os 84 minutos restantes eu só posso lhes dizer que é agonia absoluta. O filme leva ao conceito de bobo e exagerado. Ele é carregado de tentativas deliberadas e pouco inteligentes de humor exagerado, só que cada tentativa de fazer com que o espectador goste, acaba sendo em vão.

Primeiro vamos começar pela história: um casal cheio de rotinas e já nem tão apaixonados um pelo outro decidem fazer a noite quente de suas vidas e, como se não bastasse, gravam um vídeo dessa tal noite. Simplesmente os dois caem no sono e automaticamente (como num passe de mágica), o vídeo é subido para o iCloud (um aplicativo para produtos da Apple) e é compartilhado com todas as pessoas que estão ligadas nessa mesma conta: carteiro, chefe, amigos, filhos e até a mãe. Engraçado, não é? Não. É sem nexo e totalmente perdido.

A partir daí, o filme fica sem história nenhuma, apenas uma correria geral para evitar que as pessoas que estejam ligadas à conta do iCloud deles, vejam o vídeo caseiro do casal.

Jason Segel tem uma péssima atuação - aliás, não gosto muito deste ator. O único personagem que ele fez que gostei foi no filme O Amor Não Tira Férias, portanto não posso classificá-lo como um dos meus atores favoritos de comédia. Já Cameron Diaz, ela não é boa também, mas sua simpatia e seu largo sorriso quebra todas as desvantagens que ela apresenta. Ela é a melhor atuação aqui no filme, embora ela tenha outros melhores filmes no currículo.

Sobre as piadas, são poucas as que me fizeram rir. No trailer parecia ser o melhor filme de comédia do mês, mas passou longe de Guardiões da Galáxia (que nem é de comédia, mas tem uma boa pitada de humor embutido nele).

Se você tem dinheiro sobrando vá ver no cinema, caso contrário, espere até chegar na tv paga ou até mesmo quem sabe em 2017 na grade de programação de algum canal na tv aberta.


*****

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.