Review | The Leftovers // S02E01 - Axis Mundi


[[ CONTÉM SPOILER ]]

Estava jogando Star Trek no iPhone quando de repente comecei a ouvir uma música Country na TV: era a cantora Iris DeMent com sua voz delicadamente ardida cantando Let The Mystery Be. Olhei para a televisão e me certifiquei se estava na HBO porque até então, 23h e, poderia ser a nova temporada de The Leftovers?

Passei a me atentar ao que estava sendo exibido no canal e, depois de muito me esforçar tive a certeza de que sim, era realmente a abertura da nova temporada da série que me intrigou — e muito — no último ano. Uma abertura bem colorida e com algumas pessoas faltando nas fotos... acho que a premissa ainda gira em torno dos desaparecidos. (Veja a abertura aqui)

De repente, pula na tela uma mulher seminua toda suja. Logo em seguida descobrimos que ela está grávida e, a bolsa estoura, a filha nasce, a cobra pica, a mulher morre, a bebê fica sozinha, surge uma outra mulher e... do nada surge três meninas se divertindo em um rio.

Até aqui você está com a cara de: "O que está acontecendo?"

Depois, conhecemos o irmão de uma das moças, a casa onde ela mora, sua mãe, seu pai — que tem um sono pesado pra caramba —, e um grilo que irrita o pai da família. Logo em seguida surge algo que não temos a mínima ideia do que seja:


E esse número sete desenhado no chão? Aiaiaiai...

Depois, partimos para o centro da cidade com o filho da família misteriosa, onde vimos um tipo de Moisés em uma torre. Ele prevê chuva? Ele prevê pragas? Ele prevê o desaparecimento de pessoas? Não sabemos, só temos o conhecimento que o rapaz leva alimento para o velho.

Em seguida, conhecemos um pouco da cidade Miracle, Texas —, onde a taxa de desaparecidos (ou arrebatados como dizem na série) é zero. Ainda junto do rapaz, descobrimos que por essa taxa de desaparecidos, a cidade se tornou um centro turístico de milagres onde pessoas de todo o mundo vai para ver o milagre que tem ali...

Hahaha... e já tem gente aproveitando dessa fama para ganhar dinheiro: há moradores de Miracle que fizeram umas barracas para vender água do milagre, tabaco do milagre, tudo do milagre... uma forma gananciosa e bizarra de se ganhar dinheiro, já que a chance disso acontecer é grande porque todos os dias chegam excursões de todo o mundo para visitar a pequena cidade.

Junto do pai da família, vamos visitar o Vidente da cidade. Pelo que parece, é um primo torto dele e, além de ter estudado juntos, tem mais algum mistério entre os dois que até então, não conseguimos saber o que é.

Nesse ponto, sua cara ainda continua de: "O que está acontecendo?"

O vidente prevê algo na vida de nosso protagonista (vamos chamá-lo assim por enquanto, já que os personagens da primeira temporada ainda não apareceu), através de uma pintura com a mão em um papel vegetal. Mesmo contra sua vontade, o vidente conta ao "amigo" que algo muito ruim vai acontecer com ele.


Fica evidente que nosso "protagonista" não acredita no vidente e quer que ele pare com essa farsa. O coitado do vidente diz que não pode negar sua vocação e que vai continuar a prever o futuro de quem quer que seja.

Partimos para a escola onde a filha da família misteriosa estuda. Ela canta bem, isso a gente sabe... mas do nada ela aparece nua na floresta... e do nada já está com o pai, jogando bola.

- Toc. Toc.
- Quem é?
- O Lápis.
- Que Lápis?
- Esquece... não vou apontar.
O pai é bombeiro e, em mais um trabalho ele vai até a casa do primo torto e... taca fogo (?!?!)... além de muito mistério no personagem, o cara ainda é do mal... hahaha... to começando a gostar já da nova temporada.

Depois o primo torto é cuidado pela mulher do "protagonista", que é uma enfermeira. Ainda focando na personagem, também está envolta de muito mistério: ela corre (num tipo de flashback) para a floresta, desenterra uma caixa e dentro está um pássaro - VIVO!

Em seguida, partimos para a igreja — sim, eles são evangélicos ou algo assim — e, no meio de pregações e testemunhos, quem aparece?


Sim, ele mesmo... UFA, FINALMENTE UM PERSONAGEM CONHECIDO!!!

E ele está misterioso também... falando de sua esposa. Que esposa? Quem? Como? Casado? E de repente conhecemos a "esposa:


Ela está prestando a atenção no marido que nem pisca... mas... ELA ESTÁ PARECENDO AQUELES BONECOS QUE O GRUPO VESTIDO DE BRANCO QUE NÃO FALAVAM COLOCARAM NAS CASAS DOS QUE TEVE SEUS PARENTES ARREBATADOS NA PRIMEIRA TEMPORADA...

Ou estou ficando louco?

Já no restaurante almoçando no domingão, a família perfeita — #sqn — olha com a maior naturalidade um homem matar um bezerro no meio do restaurante... oi? À noite, de volta pra casa mais suspense e, o filho deles vai andar de bicicleta levar comida para o "Moisés" da torre e em seguida, entra em uma floresta em um casebre e, um senhor surge na porta e ele entra dentro do imóvel. Mais mistério. Isso não está me cheirando bem.

No outro dia, logo cedo, o "protagonista" ganha uma torta de aniversário misteriosa e...


Uma mudança, que legal... quem será que é?


Oooooooooo...


Até o bombeiro ficou alegre... uhuuuuuu... finalmente alguém conhecido!!! Kevin chega de mudança com Nora (sim, eles estão casados), Jill e a bebê que Nora encontrou no final da primeira temporada.

Falando em Jill...


... ela está tão mudada. O que será que aconteceu, hein? Aliás, o que fizeram eles mudarem para essa pequena cidade? Xiii... além das perguntas deixadas na primeira temporada, surgiram ainda mais pergunta logo de cara nesse primeiro episódio???

Depois, a família perfeita (misteriosa) convida os novatos para um jantar em comemoração ao aniversário do bombeiro.

Muito mistério... felicidade forçada de todo mundo... Parece que os personagens antigos passaram por uma lobotomia pois está tudo bem, como se nada tivesse acontecido.

E no fim da noite, a filha da família perfeita sai com as amigas e, de madrugada, os pais acordam assustados com um tipo de terremoto e descobrem que a garota ainda não tinha voltado pra casa.

Saem à procura e encontram o carro das meninas perto do rio que agora está... sem água:


E o episódio acaba exatamente assim:


Caramba. Falta muito pra domingo?

No geral, o episódio é muito misterioso com histórias soltas sem quase nenhuma conexão com a temporada anterior — exceto por alguns detalhes. A direção de Mimi Leder está impecável e o roteiro deste episódio, foi assinado por Damon Lindelof que fez um bom trabalho em Lost.

Por enquanto, a gente não sabe de nada, apenas ficou ainda mais curioso... e isso, pode ser a real intenção dos criadores da série.

POR TUDO, NOTA:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.