Maratona do Oscar 2016 | Melhor Trilha Sonora

Cate Blanchett em Carol, Samuel L. Jackson em Os Oito Odiados, Tom Hanks em Ponte dos Espiões, Emily Blunt em Sicario e Han Solo em Star Wars: O Despertar da Força [fotos: divulgação]

Se tem uma coisa que é tão importante quanto a atuação dos atores em um filme é a trilha sonora. São aquelas musicas instrumentais que ajudam a contar a história do filme. Afinal, quem não queria que a vida real tivesse uma trilha sonora? Seria muito legal ter uma trilha de suspense quando nosso chefe nos chamasse para ter uma conversa. O importante é que o Oscar sabe muito bem da importância da trilha sonora e premia sempre os responsáveis por "ajudar" a contar o filme. Confira os indicados deste ano:


Carol - Carter Burwell

Carter Burwell é um compositor de trilha sonoras, se formou em King School, Stamford e no Harvard College. O compositor tem uma longa relação de trabalho com os irmãos Coen, fornecendo musica para todos os filmes que fizeram. Em 2008, Burwell foi o responsável pelas 21 faixas do CD de músicas instrumentais do filme Crepúsculo, chamado Twlight The Score, que foi lançado nos Estados Unidos no início de dezembro de 2008. Seu mais recente trabalho foi para o filme Um Sonho Possível, estrelado por Sandra Bullock. Na trilha sonora de Carol, Burwell mais uma vez mostra seu estilo, com músicas instrumentais quase que silenciosas se encaixando perfeitamente com a história do filme: um romance dramático. Pode levar a estatueta para casa já que suas músicas são tão dramáticas quanto as cenas em que elas marcam presença. Confira:

Os Oito Odiados - Ennio Morricone

Ennio Morricone é um compositor, arranjador e maestro italiano. Ao longo de sua carreira, ele foi responsável pela composição e arranjo de mais de 500 filmes e programas de tv. Se você gosta dos filmes de Quentin Tarantino, sabe como é a identidade faroeste de Morricone, já que além de Os Oito Odiados, o compositor fez músicas para os filmes Kill Bill, Bastardos Inglórios também de Tarantino. Sua trilha para Os Oito Odiados contém vários arranjos usados exclusivamente para filmes de faroeste, como por exemplo um banjolim, assobio, gaita e outros. Tem grande chance de levar a estatueta para casa, já que venceu este ano o Golden Globe Awards por Os Oito Odiados na mesma categoria, trilha sonora. Ouça:


Ponte dos Espiões - Thomas Newman

Thomas Newman é um compositor e maestro norte-americano, conhecido por suas inúmeras trilhas sonoras para o cinema. Foi responsável pela trilha sonora de Um Sonho de Libertade (1994), Perfume de Mulher (1992), À Espera de Um Milagre (1999), Procurando Nemo (2003), Wall-E (2008), e os filmes de James Bond, 007 - Skyfall (2012) e 007 Contra Spectre (2015). Seu trabalho aqui em Ponte dos Espiões tem o mesmo tom de suspense que o filme tem. São trilhas misteriosas instrumentais com vozes de um coro masculino dando um tom dramático e sombrio. Se for analisado junto ao filme, a trilha é dramática na medida certa com o suspense necessário. Pode muito bem levar a estatueta para a casa, embora esta não seja a melhor das cinco indicadas ao Oscar por esta categoria. Em tempo, algumas faixas da trilha sonora de Newman, lembra um pouco aquelas músicas de suspense de novela mexicana, entoadas com notas repetidas de orquestra composta por cordas.

Sicario - Jóhann Jóhannsson

Jóhann Jóhannsson é um compositor islandês e sempre está criando trilhas sonoras para filmes de suspense, sua especialidade. Se você já viu os filmes A Qualquer Preço e Os Suspeitos, sabe que a trilha do compositor ajuda e muito na composição do filme. Não é diferente com Sicario. A trilha sonora de Jóhann para o filme dirigido por Denis Villeneuve é grandiosa e bem marcada, entregando o que lhe foi pedido: muito suspense e adrenalina. Confira:


Star Wars - O Despertar da Força - John Williams

John Williams é um aclamado compositor americano premiado muitas vezes por suas inesquecíveis trilhas sonoras. Como um grande amigo de Steven Spielberg, assina quase todas as trilhas de seus filmes, como por exemplo os inesquecíveis Jurassic Park, Tubarão, A Lista de Schindler e E.T. o Extra Terrestre. Outra parceria que Williams faz é com o cineasta George Lucas, sendo o autor das famosas trilhas das grandes séries cinematográficas Star Wars e Indiana Jones. Quer mais? Os três primeiros episódios de Harry Potter nos cinemas é de autoria de Williams, assim como a trilha sonora de Superman estrelado por Christopher Reeve. Com o filme A Menina que Roubava Livros, John Williams consegue a marca incrível de 49 indicações ao Oscar, aliás, por falar em Oscar, o compositor levou a estatueta de melhor trilha sonora pelos filmes Tubarão, E.T. o Extra Terrestre, Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, A Lista de Schindler e Um Violinista no Telhado. Por se tratar de John Williams e sua grandiosidade magistral, é o meu favorito na categoria Melhor Trilha Sonora e, vamos combinar que ele tem grande chance de levar para a casa mais uma vez a estatueta nesta categoria, porque sua trilha sonora para o sétimo filme da franquia Star Wars é tão grandiosa quanto a saga. É a cereja no topo do bolo. Confira:

E você, qual sua trilha sonora favorita dos indicados ao Oscar ou qual você gostou muito e não foi indicado para o Oscar deste ano?

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.